Sobre o Divórcio

pinterest
pinterest

Apesar das estatísticas virem provar que os divórcios estão a diminuir, a verdade é que são o prato do dia. 

Eu com os meus 29 anos faço parte da estatística, não era para ser (nunca é), há 3/4 anos, estava bem longe do meu imaginário.

Comecei este blog para partilhar algumas das minhas coisas, dos trapinhos, das viagens, das dicas, do que gosto, partes da minha vida e quando o comecei, o primeiro post, foi sobre o meu casamento, o meu dia, as dicas, como correu… Não durou muito mas o dia correu muito bem 😀

Há uns dias pensei, se eu partilhei o meu casamento, porque é que não haverei de falar sobre o meu divórcio? Existem tantas pessoas a passar pelo mesmo e eu na altura talvez tivesse agradecido, ler alguma coisa do género.

Casar não é só para ser bonito ou porque se quer festa, casamos porque gostamos da outra pessoa e nos imaginamos a construir uma vida a dois. Prometemos ali viver um para o outro e a partilhar-nos de coração. Nem sempre acaba bem, como é o caso mas a vida não é linear e também não se fecha ali, há muita felicidade para ser encontrada pela frente.

Eu namorei 8 anos, aqui por Lisboa dizem-me que é muito hábito das terras mais pequenas, quem vem estudar para cá, normalmente já vem com dono(a) e realmente é verdade, gente de cá maioritariamente arranjaram namoros já na universidade.

Comecei a namorar cedo, não digo que seja mau ou bom porque muitos dizem que começar a namorar cedo é uma grande asneira, perde-se muita coooisa, não se tem aqueles anos da juventude… por aí. Não é uma coisa que se programe, “Olha espera lá, gostamos um do outro mas vamos meter isto em standby, curtir a vida e daqui a uns anos combinamos melhor” ahah, era giro. Se gostamos da pessoa, ganha-se muita coisa, passa a ser o melhor amigo e é bom. Eu fui muito feliz no meu namoro, crescemos juntos, amadurecemos juntos, passamos por algumas coisas, fomos o braço direito um do outro e depois quis o destino que não aguentássemos, 1 ano casados, a 1 semana de fazermos 1 ano de casados as coisas romperam (a minha vida é irónica) e nós até já tínhamos tido um ano de estágio a viver juntos mas as coisas são como são, não existem fórmulas secretas.

Eu separei-me a gostar dele e por isso esta partilha, porque eu sei que dói, porque se sofre horrores, perde-se o chão, existem alturas que até custa respirar e sentimos-nos um fracasso (então isto não era para ajudar?) São dias terríveis não vou mentir, é uma coisa que nem conseguimos acreditar que está a acontecer “Isto é um sonho mau, vou mandar aqui umas estaladas a mim mesma que já acordo!”

Tornámos-nos incompatíveis talvez, começámos a caminhar por caminhos paralelos, por muito que eu tentasse puxar a corda, ela só esticava e partiu, porque já a sofrermos (sofrem os dois), chega a uma altura em que temos de olhar para nós mesmos, para a nossa saúde mental e pensarmos “O que é que tu estás a fazer a ti mesma?”. E o “já não dá” dos dois veio, eu feita num autentico trapo, emagreci, chorei, pensei que houvesse volta a dar, imaginei que fosse passageiro, só uma crise mas não foi. A corda partiu mesmo e já não havia nó de marinheiro que a voltasse a juntar, assinámos o divórcio e cada um seguiu com a sua vida.

O maior amor que tive foi da minha família e dos meus amigos, é o melhor que temos, até aqueles amigos, que durante anos estamos afastados, por termos vidas diferentes porque acontece, esses voltaram a mim e eu a eles e é tão bom, sabermos que há tanta gente que gosta de nós e que está ali, perto do abismo são essas pessoas que nos puxam para trás e nos abanam “Então estás parva? Isto não é o fim do mundo em cuecas mulher!”

E começamos a recuperar, pedacinho a pedacinho, não vale ficarmos sozinhos se for para nos martirizarmos e estar sempre a pensar no mesmo, assim somos cruéis connosco, de alguma maneira estando com os nossos, são momentos em que esquecemos um pouco o que se está a passar e ainda conseguimos dar uns sorrisos mesmo que amarelos e alinhar nalgumas parvoíces que se vão dizendo, é a melhor terapia.

É ouvir um “vamos?” e nós vamos! É receber um convite “Anda cá jantar” e nós pomo-nos logo a caminho sem pensar 2 vezes! É escutar uma sugestão “Muda o penteado, usa isto, experimenta aquilo, muda alguma coisa em casa” e nós “porque não?”. Essas pequenas mudanças, acreditem, ajudam muito porque nos fazem cuidar de nós, olhar para nós, encarar o espelho…

Eu aderi ao alisamento habituei-me até agora, grande vício! Entrei na onda da extensão de pestanas mas entretanto abandonei, não tinha muita paciência para as manutenções, fiz a operação a laser, algo que já queria há muitos anos, mudei o meu estilo, não por plano mas porque de repente, deixei de achar assim tanta graça ao “super princesa com super detalhes diferentes” e passei a ser mais sóbria (ainda invento :D) e menos menina.

A maior sorte do mundo é que ainda casada, já me tinha inscrito no curso de consultoria de imagem e de coaching, que iriam começar poucos dias depois de me divorciar e eu fui! E ajudou-me tanto, conheci pessoas queridas, gente que tinha passado pelo mesmo há pouco, que me mostrou a forma de encarar, que também me arrancou de casa, que me fez deixar de ter medo de conduzir mesmo à noite, me mostrou melhor Lisboa, fez-me entender que eu preciso acima de tudo de mim e ainda por cima estava a aprender algo que realmente gostava.

Passaram-se alguns meses e todos os dias nós acordamos melhores, melhor com a vida, melhor connosco, melhor com o mundo, a auto-estima vai elevando, vamos curando, é o processo.

E depois, já com os bocadinhos todos colados, esta menina resolveu fazer asneirada novamente!!

Eu estava a sentir-me sarada mas tinha estado com alguém tantos anos, de alguma maneira, continuava carente e veio o passo em falso, nova relação, não durou um ano, não foi um mar de rosas em tão pouco tempo, incompatíveis a sério que devíamos ter recebido uma medalha! Não nos entendíamos nem a pedir por favor mas eu ainda teimei até onde pude, até que cheguei àquela “Então pah!? Já não tinhas aprendido?”. E acabou. Desta vez, claro, foi menos doloroso, foi muito desgaste em tão pouco tempo, devo ter sentido de certa forma alivio e ele também e talvez na realidade não gostávamos assim tanto um do outro. NÃO DECIDAM NADA COM A CARÊNCIA!

Isto para mostrar que às vezes se volta a cair e a fazer asneiras mas vamos aprendendo e seguindo, é para isso que essas pedras cá estão, para nos ensinar. Eu não sou mais a menina que se divorciou, nem a menina do namoro seguinte, tudo isso me fez mais mulher. Sou a mesma tonta de sorriso fácil, cabeça na lua, romântica, que gosta de mimos (se nós não deixarmos, não nos conseguem avariar) mas sou diferente, aprendi a dizer “não”, a impor-me, a deixar de ouvir tanto as opiniões dos outros, a não ser que eu peça, se eu não pedir, por favor falem do tempo 😉

Abri-me mais para o mundo, deixei de ter medo e receio de tanta coisa, acho que me tornei  mais aventureira e mais “Bora lá!”. Virão aí mais tempos complicados, mais más decisões, mais pedras, talvez outro “apontar de dedo podre” (oh Deus livra-me ahah) mas aprendemos e ultrapassamos, molda-nos, basta não nos fecharmos ou perdermos a esperança, se não tornamos-nos uns velhos chatos 🙂

Há tanto pela frente, tanta gente, tantos amores possíveis, tanto que nos podemos mimar a nós mesmos que não vale a pena chorar sobre o leite derramado. Por enquanto estou sozinha, a aprender, a crescer, a divertir-me, faz bem e tenho-me sentido bem, o resto o destino decidirá.

Sarem, respirem fundo, não pensem que aquele(a) “vai ser sempre, homem ou mulher, o amor para a vida”, o amor das nossas vidas somos nós e quando forem, os nossos filhos mas sempre nós e quando nos pusermos em primeiro, é bem provável que umas das possíveis almas gémeas, dos contos “E viveram felizes para sempre”, apareça ali ao virar da esquina, quando menos esperamos.

 

Sejam Felizes*

KissKiss

Dia do amor*

Amanhã é dia 14 o dia do amor, da amizade, amor próprio, podemos incluir  muitos “amores” num só dia.

Então vamos pensar em algumas coisas para o dia dos amores.

Para pombinhos

 

Michael Kors
Michael Kors
Love Moschino
Love Moschino
Pandora
Pandora
Tous
Tous
Ted Baker London
Ted Baker London
"Apeteces-me" Laura Almeida Azevedo
“Apeteces-me” Laura Almeida Azevedo

Pinterest

Pinterest

:) Pinterest
🙂 Pinterest

Pinterest

pinterest

Pinterest

Se estão chateados é um bom dia para pedir desculpas <3
Se estão chateados é um bom dia para pedir desculpas <3
Mr.Wonderful "Coisas que dizemos e escondemos um ao outro"
Mr.Wonderful “Coisas que dizemos e escondemos um ao outro”
hiperfeminina.com
hiperfeminina.com
Girly Things  A oportunidade :)
Girly Things
A oportunidade 🙂
Bolo de Gomas - Hussel
Bolo de Gomas – Hussel
Bleu de Chanel
Bleu de Chanel
Lots of Love - Lush  Bombas de banho
Lots of Love – Lush
Bombas de banho
Clip Notas - MontBlanc
Clip Notas – MontBlanc
Solteiros(as)
Cinema - Como ser Solteira
Cinema – Como ser Solteira
Spa para um
Spa para um
Amor á amizade
Amor á amizade
E como o tempo promete estar, pipocas e filme em casa também não é de descartar
E como o tempo promete estar, pipocas e filme em casa também não é de descartar
Os bichinhos também merecem ;)
Os bichinhos também merecem 😉

Amor Amor*

KissKiss

Wedding day – casamentos

Vem aí a altura de maior quantidade de casamentos. Junho, Julho e Agosto, normalmente primam por serem meses largamente escolhidos por quem quer dar o nó. É nestas altura também que anda mais gente atarefada á procura do que vestir, um vestido, um conjunto, algo comprido ou curto, simples ou diferente, a cor, o feitio e com que acessórios. Sobre o casamento em si relembro os dois posts que coloquei – Aqui e Aqui.  Deixo algumas sugestões   do que levar 😉

Um conjunto fresco e jovem com um toque da tendência do azul turquesa  Vestido - Molly Bracken  Sapatos e Mala - Lollipops Anel - Stone by Stone
Um conjunto fresco e jovem com um toque da tendência do azul turquesa
Vestido – Molly Bracken
Sapatos e Mala – Lollipops
Anel – Stone by Stone
Arrebatadora ;) O vermelho nunca falha Vestido com calção/bolsa/pulseira - Elisabetta Franchi Sandálias - Luis Onofre
Arrebatadora 😉 O vermelho nunca falha
Vestido com calção/bolsa/pulseira – Elisabetta Franchi
Sandálias – Luis Onofre
Um lado pin up :) Pin Up Dress - Molly Bracken  Donut para cabelo - Accessorieze Eyeliner - Clinique Pestanas - Benefit Sapatos e Clutch - Aldo
Um lado pin up 🙂
Pin Up Dress – Molly Bracken
Donut para cabelo – Accessorize
Eyeliner – Clinique
Pestanas – Benefit
Sapatos e Clutch – Aldo
Nude* Vestido - Bcbg Sandálias - Chirstian Louboutin Clutch - Charlotte Olympia Conjunto - Swarovski
Nude*
Vestido – Bcbg
Sandálias – Chirstian Louboutin
Clutch – Charlotte Olympia
Conjunto – Swarovski
Amarelo, Amarelo, Amarelo Vestido saia lápis - Zara Sandálias - Blanco Cinto - Mango Mala - Ana Sousa Pulseira - LaMatine na Moow
Amarelo, Amarelo, Amarelo
Vestido saia lápis – Zara
Sandálias – Blanco
Cinto – Mango
Mala – Ana Sousa
Pulseira – LaMatine na Moow
Fluído  Vestido - Aline in Wonderland facebook (tem coisinhas lindas) Sandálias - Schutz Bolsa - Made In Pulseira - Parfois
Fluído
Vestido – Aline in Wonderland facebook (tem coisinhas lindas)
Sandálias – Schutz
Bolsa – Made In
Pulseira – Parfois

Aline in Wonderland – Aqui

Boémio/beach style  Vestido - Francomina Brincos estrela do mar - Bimba y Lola Bandolote de flores - Bijou Brigitte Sandálias - Mel  Clutch - Lanidor
Boémio/beach style
Vestido – Francomina
Brincos estrela do mar – Bimba y Lola
Bandolote de flores – Bijou Brigitte
Sandálias – Mel
Clutch – Lanidor
Não é preto nem é branco, é preto e branco Vestido - Karen Millen Sandálias/clutch - Michael Kors Pulseira - Tous
Não é preto nem é branco, é preto e branco
Vestido – Karen Millen
Sandálias/clutch – Michael Kors
Pulseira – Tous
Mix Top/Clutch - Adolfo Dominguez Calças - Hoss Intropia Sandálias - Moschino
Mix
Top/Clutch – Adolfo Dominguez
Calças – Hoss Intropia
Sandálias – Moschino
Angelic or not Vestido - Aline in Wonderland Conjunto de anéis e sabrinas - Stradivarius Mala - Benetton
Angelic or not
Vestido – Aline in Wonderland
Conjunto de anéis e sabrinas – Stradivarius
Mala – Benetton

Divirtam-se*

KissKiss

 

 

Let’s Get Married 2

Depois da visão geral do que foi o meu dia deixo por aqui outras ideias, uma selecção de outros estilos diferentes para o Wday*, estilos mais românticos, outros mais sóbrios, fluídos, arrojados… Um pedacinho dos possíveis “sim” que andam por aí 🙂

www.amsale.com
www.amsale.com
www.badgleymischka.com
www.badgleymischka.com
www.storytailors.pt
www.storytailors.pt
www.marchesa.com
www.marchesa.com
www.moniquelhuillier.com
www.moniquelhuillier.com
www.pronovias.pt
www.pronovias.pt
Reem acra
Reem acra
www.rosaclara.es
www.rosaclara.es
www.verawang.com
www.verawang.com
www.christianlouboutin.com
www.christianlouboutin.com
www.rosaclara.es
www.rosaclara.es
www.manoloblahnik.com - quem não quer :)
www.manoloblahnik.com – quem não quer 🙂
www.irregularchoise.com - arrojando um bocadinho
www.irregularchoise.com – arrojando um bocadinho
Havaianas - E que tal casar na praia?
Havaianas – E que tal casar na praia? Ou podem ser um plano B eficaz 😉
http://www.bijubouquet.com - e o bouquet será eterno...
http://www.bijubouquet.com – e o bouquet será eterno…

E pronto, mais umas partilhas que espero que gostem. Say I do*

kisskiss

Let’s Get Married!

Depois do namoro e no meu caso, de um ano de estágio (como eu lhe chamo) a viver conjuntamente, vem aquela decisão, aquele pedido, que pode ser surpreendente ou planeado e para correr bem, faz-se acompanhar de um “sim”…  começa então, a dança dos preparativos.

429660_4597802498743_543215449_n

Desde pequena foi sempre um dos meus sonhos, “um dia quero casar-me, sentir-me princesa por um dia”. E foi isso que aconteceu, fui a Alice no País das Maravilhas por um maravilhoso dia.

Alice no País das Maravilhas

A decisão e o pedido em festa veio em Março e passado 6 meses deu-se o enlace. Tive pouco mais de meio ano para organizar um casamento, algo que hoje em dia, por muito feedback que recebi, é impensável “é muita cooooisa para tão pouco tempo” e outras descansavam-me “há sempre tempo para tudo…”. De certo haverá por aí casais que tiveram ou têm bem menos tempo que nós, mas eu estou do lado dos “caaalma tudo se faz”. O meu casamento teve um tema, o qual tentei seguir ao pormenor, falham sempre algumas coisas, é verdade, mas nada de stress, porque o melhor é curtir o dia.

Vamos as dicas:

1º 

Resolver imediatamente a data, aconselho para isso ver nos sites que disponibilizam uma previsão anual do estado do tempo, se forem casar fora dos meses de verão. Eu casei em Outubro e as previsões, no meu caso, acertaram na mouche!  www.accuweather.com

Passamos ao casamento em si,  religioso ou civil, o primeiro passo é saber da disponibilidade para fazerem a marcação com quem tem legitimidade para realizar o casamento –  padre, conservadora, marcar com a conservatória, marcar o dia na Igreja, saber dos documentos necessários. No caso de casamento religioso, saber que preparações são necessárias, que reuniões têm de estar presentes…

 

Procurar a quinta ou restaurante, ou catering para o espaço desejado a realizar o copo de água. Se forem casar no verão a procura é sempre maior façam-no logo com alguma pesquisa e muitos planos B, para que o processo de encontrar o local ideal, ou o catering ideal não dê dores de cabeça. No meu caso o local já era bem conhecido de toda a família e da zona, resolvemos-nos pelo restaurante por sabermos que ali nada falha e queríamos o melhor para os nossos convidados, além disso o jardim era perfeito para o tema 🙂 Restaurante O Malho

Vestido de noiva. É algo que normalmente demora, até se dizer “sim” ao vestido, correm-se muitos “nãos”, a oferta do mercado é extensa em designers, preços, feitios e nós queremos estar 100% ao nosso gosto, no nosso dia 🙂 Claro que existe quem encontre logo o seu vestido, o leve imediatamente e assunto resolvido. Mas também existe quem desespere, por isso se é para desesperar, ao menos que seja muito tempo antes de casar. Existem também os feitos por medida, foi o meu caso. De prova a prova lá chegamos ao dia, é menos preocupante se tivermos tendência para engordar ou emagrecer com o stress, dá-se sempre um jeitinho. Também se deve dar início à procura do fato do noivo, mas normalmente eles são mais descomplicados (alguuuns) 🙂 e o fato de noivo não costuma ser algo tão complexo como o de noiva , aqui fazer por medida, é igualmente uma opção. Eu optei por algo bem fora do convencional e fui àqueles que sempre suspirei que me fizessem o vestido. São maravilhosos, contam histórias com as suas criações , encantam-nos com a magia que dão àquilo que fazem e… pirilimpimpim! Transformam-nos naquilo que desejamos. Storytailors Muitos exemplos das suas criações encontram-se no facebook, passem por lá*

IMG_0226

colagem casamento fotos

Storytailors
Storytailors

IMG_3300

Orçamentos, orçamentos e mais orçamentos. Começar a fazer uma ideia geral do que se quer, se existe um tema rígido a seguir, as cores predominantes e os detalhes que sempre se pensou e não podem faltar. Partindo daqui, procurar quem tem serviços que mais se adaptem ao pretendido. Para além de empresas especializadas em eventos, nós próprios podemos ser criativos e fazer muitas das coisas que necessitamos para o nosso dia, é o exemplo dos convites, de algumas partes da decoração, existe quem faça questão em decorar a Igreja, os brindes… Depois também existem amigos, conhecidos ou familiares bem pertinho de nós que realizem muitos desses trabalhos para estes dias. Na questão dos brindes, optei por tratar com um amigo que me fez limoncello “drink me” 🙂 para os senhores, e a minha prima que faz bolos lindos, fez-me bolachas altamente contagiantes de boas para as meninas e senhoras “eat me” e coelhinhos de chocolate para os mais pequenos, para além de ser uma caixinha genial de ideias 🙂 aqui no facebook, dêem uma olhadela.

Quanto ao resto que precisei, agarrei-me com unhas e dentes ao site www.casamentos.pt ou no caso do Brasil www.casamentos.com.br. Uma plataforma excelente, com todas as empresas e serviços que vamos necessitar para que tudo corra bem. Permite-nos pedir automaticamente orçamentos, contactar com as empresas, tem app para telemóvel, lembretes, dicas e lembra-nos de muitas coisas que as vezes nos passam ao lado. Através dela contactei a empresa que me fez os convites, 5 estrelas*, convites diferentes é com eles LoveLab.wordpress ,  a empresa de decoração, empresa esta da profissional Manuela Chinita, que realizou o meu desejo de “muuuuitas flores” e me ajudou com muitos outros contactos que dispunha www.festasesonhos.com, e a empresa de animação para os mais pequenos Missão diversão , passem também pelo facebook caso precisem, Missão diversão – animação e festas infantis.

Foram impecáveis, como o casamento já foi da parte da tarde, destinámos uma sala para a pequenada, quando chegamos, na hora das fotografias os animadores e pais dos mais pequenos largaram-se na missão de lhes dar o jantar. Jantar resolvido, puderam os pais jantar a vontade porque os pequenos tiveram música, insuflável, mini desfile, pinturas… chamei-lhe a “terra dos pequeninos” e nunca mais quiseram de lá sair 🙂

LoveLab
LoveLab – entrega habitual 2 meses antes do casamento
Cupcake2delight
Cupcake2delight
1383184_734423829908186_521245530_n_Fotor_Collage
Cupcake2delight
Decoração mais pequenos
Decoração das mesas dos mais pequenos – autoria própria e de uma amiga salva-vidas*
Arteras - Bolos com Arte / facebook
Arteras – Bolos com Arte / facebook
Exterior
Exterior
Pormenores
Pormenores
Interior
Interior
IMG_1904_Fotor_Collage
www.casamentocomborboletas.com
Arranjem uns sapatitos plano B e um padrinho simpático :) - Bailarinas Repetto
Arranjem uns sapatitos plano B e um padrinho simpático 🙂 – Bailarinas Repetto

 

Dentro havia uma surpresa… www.borboletasmagicas.com
Dentro havia uma surpresa… www.borboletasmagicas.com

IMG_1925_Fotor_Collage

Foi assim o meu dia, espero que gostem das ideias, das dicas, dos exemplos e das partilhas. Acima de tudo divirtam-se e que seja um dia inesquecivelmente maravilhoso*

“Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui?
Isso depende muito de para onde queres ir – respondeu o gato.
Preocupa-me pouco aonde ir – disse Alice.
Nesse caso, pouco importa o caminho que sigas – replicou o gato.”

kisskiss